terça-feira, maio 24, 2005

Lista de dispensados

Hoje, e para começo de conversa, decidi enumerar uma lista de coisas/ palavras/ utensílios e outros artefactos cuja utilidade desconheço ou simplesmente não reconheço:

1. Depilação: porque é que inventaram se é doloroso, chato e dispendioso. Não podíamos andar por aí todas peludas e sem chatices... ir para a praia quando apetece sem preocupações com pêlos pouco estéticos? Agora até os homens fazem... nem sabem no que se vão meter!

2. Passar a ferro: porquê? Há uns tecidos tão giros todos enrugados... então não era mais giro apanhar a roupa e vesti- la logo a seguir... isso sim, seria um pronto- a- vestir, na verdadeira acepção da expressão!

3. O pisca: porquê? Se ninguém o utiliza, a não ser quando pára em 2ª fila só para ir ali dentro ao café num instantinho... não era melhor os carros virem equipados de série com leitor de mp3 em vez do pisca?

4. Os balcões de informação nas repartições de finanças, bancos, notários, etc: porquê? Se ninguém dá informação nenhuma... na maioria dos casos nem há um funcionário que se digne a levantar as nádegas da cadeira para nos atender!

5. O 1º toque da campainha nas escolas do Ensino Básico e Secundário: porquê? Se a maioria dos alunos só vai para a aula ao segundo toque!? (e é quando vai, porque às vezes há outros valores que se levantam, como os matrecos)

6. A publicidade aos transportes públicos: porquê? Se assim que se compra veículo se jura para nunca mais entrar no Volvo Laranja! Será do cheiro ao fim do dia? Será dos motoristas desenfreados que pensam que transportam gado (sem ofensa para as vaquinhas)!? Hummm, será?

7. O sinal diacrítico para marcar a pronúncia da vogais (acentuação): porquê? Se nunca soubemos muito bem como os utilizar... ou não se põe nada ou se põe um risco a direito (nem é preto, nem é branco, é mestiço!)... agora há uma nova forma de escrever "portunet" que aboliu acentos e outros.... agora é oix, bjnhux k s escreve!

8. Os sinais de proibição de parar ou estacionar: porquê? Se estacionamos lá na mesma? Pior ainda, aqueles que proíbem o estacionamento por períodos superiores a x tempo? Isso é ingenuidade... então o Sr. Agente está a cronometrar há quanto tempo estacionei a viatura, em vez de agarrar os criminosos que me assaltaram o carro? Cada força terá as suas competências mas como as ignoro, basta usar farda para serem todos iguais...

9. O serviço de atendimento automático das informações do 118: porquê? Se ninguém gosta de falar para máquinas. Pretende o nº de telefone de uma empresa? Responda Sim ou Não após o sinal... é de ir às lágrimas!

10. Os receptáculos de faces rectangulares com a inscrição "Sugestões" nos postos de atendimento: porquê? Nota- se perfeitamente pelo pó acumulado que ninguém abre a caixa, provavelmente já perderam a chave! Alguma vez viram alguém colocar uma sugestão? Vocês próprios, alguma vez o fizeram? Não, pois não! E agora queixem- se que as coisas estão mal

11. Procuro no teclado aquele símbolo do infinito... alguém me sabe dizer onde se encontra?

2 comentários:

psychic disse...

Ainda estou para saber como te lembras destas coisas quase às 2 da manhã!
O mundo está cheio de lorpices (sim, fui ao dicionário, e este é um sinónimo bastante caricato de imbecilidades) do género...

RR disse...

Pêlos? Nem vê-los!!!
Passar a ferro é dispensável e que as peças de roupa enrugadas sejam moda.
Troco os meus piscas pelo teu leitor de MP3.
Bebes café? À mesa ou ao balcão de informação?
Abaixo o primeiro toque. Que soe apenas o segundo!
Acima a PUB aos transportes públicos para a estrada ficar só para nós...
Diacrítiquê?!? Kek s paxa contigu?
Segredo para estacionar em qualquer lado: trazer no tablier um papel com o escrito "AVARIADO".
Cento de dezoito robustos pepinos penetrem violentamente as gajas que gravam as vozes mecânicas do 118.
Eu já escrevi uma sugestão...Ups! Mas foi só uma vez...