sexta-feira, setembro 14, 2007

Yupiiii Ai!

Viva o fim-de-semana!!!

quinta-feira, setembro 13, 2007

Olé!!!!

Apre... há 3 meios dias que não passava por cá! Então agora o painel de controlo é todo em português?! Ena, ena...Viva o luxo!

Para mal dos vossos pecados, eis que o intimidador (uuiiii, que medo!) discurso "stardustiano" regressa ao ataque, qual foragido em combate que encontra o caminho de volta ao lar (só não sabe de quem, mas tocou à campainha e alguém abriu)...

Oh infortúnio... oh maldição... (enquanto pronuncio estas palavras em voz alta, baixo a cabeça e coloco as costas da mão direita sobre a testa, apoiando a mão esquerda na anca ao estilo varina, numa pose teatral quanto baste) o céu abateu-se sobre a minha mente descoberta e ameaça apoderar-se dos raciocínios sãos! Contra todos os heróis e todos os disfarces... não importa desde que seja do contra (não... não sucumbi às teorias sindicais mas hoje apetece-me ser do contra)!

Quem me dera ser Scolari e de uma assentada acabar com tudo à estalada! (ou deveria dizer "ao tapinha?)

Esta tanga toda só para dizer que sinto a vossa falta! Porque só "ouvem" e não reclamam... e se reclamarem... é igual ao litro! ;0)

domingo, maio 27, 2007

sábado, março 03, 2007

As escolhas de Star*Dust

Bem-vindos à 1ª edição de "As escolhas de Star*Dust"... hoje falamos de tecnologia automóvel e de lixo, que sendo questões de somenos relevância não deixam de ser de assaz interesse público.

Depois dos sistemas de navegação, depois dos kits mãos livres... o próximo passo na tecnologia automóvel deverá ser um dispositivo accionado automaticamente, através de sensores, sempre que se circular em pára-arranca por um período de tempo superior a 1h. Sempre que um condutor estiver sujeito a longos períodos de fila, o sistema fará despoletar uma sinalética em redor do bólide com letras luminosas "Não incomodar" com um indicador do estado psicológico do condutor:
1. Verde para "'tasse bem, estrebucha à-vontade que eu não 'tou nem aí";
2. Amarelo para "está lá quietinho que 'tou a começar a perder o tino";
3. Encarnado (note-se que encarnado é mais provocador que vermelho) para "nem ouses, tu nem ouses que eu estou à beira de atirar o carro contra ti".

Desta forma, e estando espelhado no exterior o estado de alma dos condutores, evitavam-se muitos "chega para lá" e muitos desaforos por essa estrada fora.

A 2ª escolha de hoje: o lixo. Acho muito bem que se comece a pagar pelo lixo que se produz. Vamos incorporar um chip com a identificação do proprietário nos caixotes do lixo, pesar o lixo produzido e aplicar-lhe mais um imposto qualquer. Depois é vê-los a deixar o lixo no meio do mato e em caixote alheio.

No seguimento desta medida, e depois de escutar vários cidadãos atentos, deveria ser implementada uma outra que consiste no seguinte: medir a capacidade da caixa torácica dos portugueses e aplicar-lhes um imposto consoante o ar que respiram, na óptica do utilizador pagador: quem mais respira, mais paga!

Notas finais: venham de lá as cor de rosinha!

É o final da 1ª edição de "as escolhas de Star*Dust", já sabe que pode ouvir um resumo do que aqui foi escrito, Domingo, na 1, após o TeleJornal.

sábado, fevereiro 24, 2007

Ode ao Verão

'Tou farta das camisolas, das botas, dos casacos, da lã, dos lençóis de flanela e dos aquecedores.
Como adepta do Verão, aquilo a que se pode chamar de uma veraneante nata, apologista de sandálias, tops sem costas e biquinis com fartura, dou dispensa ao Inverno. Voltamos a encontrar-nos lá para Outubro, Novembro, pode ser?

Venha de lá o sol quentinho, as andorinhas e as FÉRIAS, o campismo, a PRAIA, a PISCINA... muitos dias de férias num lugar ao sol!!!!

P.S.: Consideração final: Como composição poética de assunto elevado e destinada ao canto este ode está fraquinho, muito fraquinho mesmo... vamos antes chamar-lhe um textinho, vá, um desabafo, um desejo expresso, 'tá?

Carnaval ou Entrudo

Com uns dias de atraso (problemas na expedição de correio, tipo aquelas facturas para pagar que já chegam depois do prazo limite de pagamento) aqui vai a minha opinião acerca dos 3 dias de Carnaval... não gosto e pronto.

Em miúda, quando todas as minhas amigas se mascaravam de fadas e de princesas, a mim mascaravam-me de transmontana (com roupa velha da minha avó e um lenço na cabeça). Em adolescente passava os dias a fugir dos balões de água, dos ovos (e ainda levei com uns quantos que muito bem me fizeram à cabeleira demasiado comprida na altura) e das apalpadelas dos mascarados que se aproveitavam da identidade escondida para fazer o gosto aos apalpões.

Os homens insistem em vestir-se de mulher (talvez revelando verdades e desejos ocultos, quem sabe?)... uns quantos, poucos, puxam pela criatividade e conseguem engendrar fantasias bem catitas. Outro(a)s pensam que estão no Brasil e andam por aí de corpinho ao léu com um frio de rachar e chuva a cair!

Saldo contabilístico = não, obrigada.
Saldo disponível = não, obrigada.

Curtam à vontade seguindo a velha máxima " a vida são 2 dias, o Carnaval são 3"! Este já lá vai!

quinta-feira, fevereiro 15, 2007

O regressso

Depois de várias semanas de abstinência blogueira, vislumbra-se o famigerado regresso. Cá em casa assiste-se a uma disputa feroz pelo lugar de frente para o PC (coisa que já não acontecia desde que sacámos os episódios da nova temporada de Perdidos)... estou inclusivamente a pensar em instalar um dispositivo automático de atribuição de senhas de vez... mas como ainda não encontrei um espaço disponível para esse fim e, não me parece muito estético instalá-lo ao lado do quadro da "gaija" nua e muito menos ao lado do aquário, terei que me contentar com apenas alguns minutos diários de usufruto.

Esta escassez de recursos informáticos leva a que não possa partilhar, com os demais, os pormenores torridamente maçadores da minha vida de formiguinha trabalhadeira, nem tão-pouco as minhas singulares visões do pequeno mundo que me absorve entre os 2 empregos, o ginásio e a família! Um destes dias ainda me dou ao luxo de deixar de limpar a casa e pagar a alguém para o fazer por mim... o que implica deixar de fumar de uma vez por todas! Um destes dias sou mesmo capaz de o fazer!!!

Havia ainda tanto para dizer... do trabalho ao "ginasticanço" (sim, já consigo fazer várias séries de flexões e de abdominais sem dizer cobras e lagartos entre dentes) passando pelas maravilhosas experiências ao volante do bólide velhinho, velhinho, que ainda ontem se viu e desejou para ultrapassar um Fiat Panda (ainda mais velhinho)....... mas já excedi o limite diário autorizado de utilização do PC.

Amanha, há mais (ou talvez não)!