terça-feira, agosto 30, 2005

Cortina para mundo

Depois de avançados cálculos matemáticos e de uma engenhosa e pormenorizada análise aos artigos disponíveis em diversos estabelecimentos comerciais, decidi finalmente quais os cortinados indicados para a sala!

Escolher os cortinados é muito mais do que uma questão de decoração, é matéria para profunda e exaustiva reflexão... é o que tenho feito nos últimos 8 meses; não foi simplesmente o factor mandriice o que originou a delonga. Foram longas as horas de meditação para escolher o artigo mais indicado: as cores, os padrões, as alsas ou ilhoses, o varão, os suportes, os terminais! Há muito em torno de um mero cortinado!

É ele que nos confere a desejada privacidade quando abrimos as portadas para deixar entrar a luz do dia... ora deixar entrar a luz implica deixar entrar olhares curiosos que nos impedem de circular no ninho com o mínimo de vestuário possível quando o calor aperta... a não ser que tenhamos o tão famigerado cortinado!

Melhor ainda quando nos permite continuar a ver a rua sem deixar que a rua nos veja... sei que isto parece obsessão; a maioria dos transeuntes que circula não está minimamente preocupada em levantar a cabeça para descortinar o que se passa cá em casa, mas quando entro no meu porto seguro gosto de deixar o mundo lá fora e a ausência de uma cortina para esse mundo estava a deixar- me com verdadeiros acessos de pânico!

1 comentário:

psychic disse...

Impressionante! Comprei hoje mesmo uns cortinados novos para a sala! Pelos vistos os teus, tal como os meus, têm riscas - disseram-me!